29 Janeiro 1978

 

Foto do meu Presente: Naked Cake / Niver - Elisabete Rodrigues

Obrigada viu!


Foto: Lukas C. - Amigo turista / Viagem é com ele


Adorei de montão!! Adoruuu tuuuu!!




Depois da virada de ano, 2020/2021 e fogos, temos o mês de Janeiro. Temos a aniversariante Paulistana do mês, eu! 

Inclusive, parabéns a todos (as) aniversariantes desse mês.

Amada por muitos.

Não suportável pra minoria devido a minha sinceridade, e recomendo ajuda terapêutica pra lidar com esse fato e também para aprenderem o significado da palavra resignação, que na espiritualidade, na conscientização e na psicologia humana se refere a experienciar uma contrariedade que não se pode mudar. Automaticamente aprenderão sobre a tolerância.

Enfim...

Depois dos 42 (link)... Cheguei nos 43 anos!!!!

Muitos não acreditam na idade que tenho.

Quando completamos essa idade temos uma dimensão do que vivemos e do que queremos viver daqui por diante.

Eu tenho plena consciência das minhas possibilidades, e exatamente sei que não posso fazer tudo de uma vez, desta forma, planejo muito bem como investir minha força, e sigo minha intuição.

Como uma mulher madura, ou intelectual, ou pensadora, sou absolutamente atenta a tudo. Sabe, Deus, ao nos criar, estabeleceu certos princípios que jamais serão quebrados, princípios estes que estão acima de todos e de qualquer avanço tecnológico, ou dinheiro, ou bens materiais, que é a semelhança de um bumerangue.

As coisas não são fáceis para ninguém! Por que mesmo deveriam ser? Somos seres dotados de possibilidades infinitas, por que nos seria dado algo diferente para lidar?!

Muitos vivem querendo o céu. O que seria este céu para as pessoas? Seria um ambiente de abundância, sem doenças, sem discórdias, sem tristezas, sem o mal.?! Muitos desejam ardentemente viver a paz, repletos de alegria. Será possível encontrar tamanha dádiva? Acredito que sim! Para isto teriam que instaurar um equilíbrio entre matéria e espírito, entre razão e emoção, entre o que querem ter e o que devem ter ou merecem ter.

Sabedoria e ignorância, calma e tormento, bem e mal, complexo para muitas pessoas.

"Só sei que nada sei", essa frase é conhecida como paradoxo socrático. Isso porque um paradoxo nada mais é que algo que é verdadeiro e contraditório, sendo assim, podemos dizer que nada sabemos a respeito de nada, mas não podemos imaginar que nada sabemos sobre nada. O valor intrínseco que demonstra uma pessoa que está em busca de aprender mais e mais é a humildade.

De toda forma, o fator principal que muitos devem saber é que sempre iremos aprender algo novo, ideias novas, conceitos novos, independentemente da idade que temos. 

Estamos constantemente aprendendo, ouvindo, e assim estamos atingindo a plenitude da humildade, que é simples, mas verdadeira: sei que nada sei, estamos sempre aprendendo, sempre muitas lições e, provações.

Sou um pouquito: 

Da infância que tive...

Elisabete Rodrigues

 Das lições que aprendi entre 1981 e 1993... 


Elisabete Rodrigues

Das pessoas que amo, minha mãe e meu filho...


Foto: Elisabete Rodrigues - Minha Mamis com minha Dogue Alemã Cinza de olhos azuis (falecida por idade e que foi enterrada nesse quintal no meio das flores da minha mãe) e meu filho Vinicius de 13 anos


Dos amados familiares e especiais amigos (as) que fazem parte da minha vida... Estamos conectados!!


Elisabete Rodrigues


Das dificuldades de 1994 (comi restos de feira, e passei muita fome) superadas (link) a partir de 1995. Prosperei! Tenho a fartura.

 

Foto: Elisabete Rodrigues

Em 1994 devido ao falecimento do meu pai, mamãe ficou sem rumo (perceptível o sofrimento), ela era 100% dependente do meu pai, e somente do Lar.


Foto: Meu pai


Foi uma fase difícil e my mother teve que ir trabalhar porque a situação ficou critica. 

Nesse ano (1994) prometi a mim mesma que nunca seria uma mulher dependente ou limitada financeiramente e emocionalmente de um homem como minha mãe. Fui a luta!

Amo meus pais, mas Homem x Mulher = Direitos iguais. Família não é sinônimo de Patriarcado.

Tô fora da era Patriarcal. Respeito quem ama ser do Patriarcado.

 

Foto: 1994 Deborah  / 2021 temos uma mulher formada em Jornalismo e bilíngue - Elisabete Rodrigues

 Trabalho informal: Babá da Deborah (cuidava da filha da vizinha e recebia dinheiro no dia trabalhado para ajudar minha mãe, ajuntava dinheiro para as despesas do mês).

 

Foto: Elisabete Rodrigues

 

Atualmente, minha mãe não trabalha mais, pensionista aposentada.

 

Foto: Elisabete Rodrigues

 

Com relação a mim: Estou me tornando a mulher independente que idealizei/profetizei ser em 1994.

Consequentemente, não há problema nenhum em querer viver uma vida confortável uma vez que são frutos de muito trabalho e conquistas e sem prejudicar ninguém. Busco sempre o equilíbrio, e estar de bem com a vida, assim gero uma felicidade autentica. 

O passado nos impulsionou, estamos bem e felizes, graças a Deus! 

 

Sou um poucoooooooooooooooooooooo

Dos livros que li e leio...


Foto: Elisabete Rodrigues


Obviamente há muitos outros livros lido por mim. Ler ajuda a potencializar a interpretação, estimula a memória e o raciocínio, desenvolve a capacidade de argumentação e fundamenta o saber. Leitores ávidos são bons em dissertações.

Note: Como Kardecista, sou apaixonada pela reflexão abaixo. São palavras extraordinárias, não é uma frase qualquer e, Deus é um Pai Espetacular comigo até hoje.

"O caminho da vitória é árduo, e cheio de surpresas desafiadoras que determinam o desenvolvimento dos nossos potenciais inatos (experiência própria), garantindo a evolução do nosso espírito (com certeza). A cada minuto temos a liberdade e a responsabilidade de escolher (pura verdade), mas é bom sempre lembrar que tudo na vida tem um preço a pagar (não existe castigo ou recompensa e sim consequência já que aqui se faz aqui se paga, lei do retorno e, Deus é Juiz Imparcial) e conhecimento não é sabedoria, sejamos coerente (desejo coerência para algumas pessoas)".

Mudando de assunto, compartilho aqui o primeiro livro lido em 2021, comprei na Saraiva. 


Foto: Elisabete Rodrigues

 

Moral da história: Amizade leal além das barreiras.


Continuando... sou um pouco:

Dos lugares que conheço viajando...


Foto: Elisabete Rodrigues


Menos rotina, mais roteiro. Decolar! 

Para o alto e avante, perto da janela por favor.

 




Fragrância que uso...


Foto: Elisabete Rodrigues


Uso a linha de produtos Glamour "Perfumaria Feminina", e a linha Nativa SPA "Shampoo e Condicionador" de ameixa da Boticário. Amodoro!

 

Foto: Elisabete Rodrigues


As músicas que ouço...


Foto Print: Aplicativo Elisabete Rodrigues


Sou cada conquista alcançada... (2 links)


Foto: Oficina de costura inicio 1996 / Meu primeiro trabalho formal - Elisabete Rodrigues

 

Logo em seguida, rede de Supermercados. Todos sabem que fui Trainee ( 1996 - 2001 ), e quando deixei de ser Trainee?

Ter uma posição de destaque na rede Docelar fez com que eu ajudasse pessoas desempregadas com meu projeto "Integração e Treinamento".

Quebrei regras no DP e RH do Grupo do Docelar.

Sendo:

a. Não tem registro em carteira, CTPS Branco. Não contratamos! 

"Integração e Treinamento"

Se ninguém contrata porque não tem nenhum registro já que precisa de uma referência, fica difícil a pessoa ter a REFERENCIA, então vamos contratar, seremos o primeiro registro da pessoa, e ser a REFERENCIA, o diferencial.

b. Não tem experiência na função. Não contratamos!

"Integração e Treinamento"

Vamos ensinar! Vamos investir na pessoa. Vamos dar a experiência na função.

Ter experiência é algo bem diferente da afeição que algumas pessoas costumam ter pelo hábito de enumerar os cargos que tiveram no currículo.

c. Não foi aprovado no processo de seleção. Não contratamos!

"Integração e Treinamento"

Vamos conversar! Não podemos aprovar com base em uma redação, ou em uma entrevista em grupo acompanhada de uma dinâmica. Um longo bate papo cara a cara e individual, sem pressa, teremos como saber se vai dar certo ou não a contratação. Análise de perfil, tenha feeling e, percepção, esqueça a dinâmica e a redação.

d. Jovem demais para trabalhar. Não contratamos!

"Integração e Treinamento"

Quando ele(a) ficar velho(a) será velho(a) demais. Precisamos do meio-termo.

e. Velho(a) demais para trabalhar. Não contratamos!

"Integração e Treinamento"

Se é jovem é novo(a) demais. Kd o meio-termo?

f. Parou de estudar, não tem a escolaridade exigida. Não contratamos!

"Integração e Treinamento"

Por que parou os estudos? Pretende retomar os estudos? Vamos escutar as respostas. 

g. Não apresentável. Não contratamos!

Podemos ajudar com orientações de higiene pessoal e a empresa fornece uniformes. Com o tempo, tendo um salário, poderá se apresentar melhor com toda a certeza.

Meu Logotipo

Exigência? Horário disponível aos finais de semana, folgas na semana e estude sempre.   

Eliminei padrões e admiti Faxineiras, Ajudantes de loja ou de estoque ou de açougue ou de padaria ou de confeitaria ou de Horti Fruti, Operadores de Caixa, Repositores, Balconistas de frios ou de padaria, menores aprendizes, etc, por 10 anos (tenho 25 anos de empresa, porém, dez anos foram dedicados a dar emprego para muitas pessoas após longos bate papo, escutando seus  problemas) para todas as lojas centralizadas ( Mogi das Cruzes, Mauá, Santo André, Aracaré, Ferraz de Vasconcelos, Itaquaquecetuba, Suzano, São Paulo, Poá, Guaianases ).

Empreguei muita gente com a autorização do meu chefe nas unidades sem a burocracia de um processo de seleção (provas, testes, entrevistas, dinâmicas, experiências e bla bla bla). Muitos tiveram seu registro em Carteira após algumas horas de conversas comigo. Os treinamentos foram elaborados por mim e tive ajuda e apoio de profissionais de outras unidades caso eu contratasse peixeiros, confeiteiros, padeiros ou açougueiros (desossa), sendo assim, teriam cursos. Não somos o Senai, mas damos cursos aos funcionários com direto a certificado e depois estão aptos para o desempenho da função na unidade mais próxima de sua residência como qualquer outra empresa.

Gente, é gente... Já escutei de tudo, há muito sofrimento por aí, tem gente que acha que tem problemas mas definitivamente conheci pessoas que realmente tem problemas preocupantes e, sim, felicíssima em fazer parte da vida de cada contratado e ser o motivo de diversos sorrisos.

Confio! Pedido? Não perca a minha confiança, se perder a minha confiança saiba que me perdeu.

Obrigado Bete! Obrigada Bete! Foram dez anos escutando isso. 

Memorável! Essa experiência foi muito marcante pra mim, nunca vou esquecer... Me emociono sempre que lembro, ou quando me encontro com um deles e observo a evolução. 

Quando olho pra trás (meu corredor de contratados) e vejo quantas pessoas ajudei com apenas um "Trabalho" através do meu cargo, agradeço a Deus pela oportunidade de ter tido um emprego que fizesse com que eu proporcionasse isso a milhares de pessoas. Aprovei reprovados. Tudo é uma questão de conversar, de ensinar e, de sentir a verdade no olhar deles (as) em cada entrevista, ou melhor: Bate papo com a Bete.

Lema: Fazer o bem sem olhar a quem. Ajude quem precisa!

Ao reformular métodos de contratação escutei dos profissionais do RH: Bete, aqui é uma empresa e não uma entidade beneficente. 


Foto: Elisabete Rodrigues / Meu corredor de currículos - Cada caixa tem diversos currículos assinados por mim de A Z e por filial. Nesse espaço há 10 anos de muita dedicação 

Resposta: Uso o meu poder consciente, ajudo se puder e, o "dono" da "Empresa" citada é o meu chefe e ele confia em mim. Isso é o suficiente.

Currículo com minha assinatura é para ser admitido, eu me responsabilizo. 

Confesso que minha postura gerou polêmica e reprovação no RH, e meu chefe falava para aqueles que tirei a autoridade ao anular a assinatura deles e deixar a minha é: A Bete é porreta, é de se admirar. Por um bem Maior!!!

No final, o RH teve que reconhecer que estavam errados em determinados tópicos, muita rigidez, e precisavam de maleabilidade. 


Foto: Elisabete Rodrigues / Repositora com ensino médio incompleto - retomou os estudos


2002 - 2012

Liderar ou gerenciar são habilidades em conseguir resultados através das atitudes e dos comportamentos de outras pessoas, ensinando, motivando e, tendo recursos tecnológicos, financeiro e também materiais para elaborar treinamentos. Chefiar, ocupar um cargo.

2013 - 2020

Administrar: Sistema operacional Consinco, muitas planilhas excel avançado. Lidar com finanças, coordenar setores (Contas a pagar e receber, Departamento Pessoal x RH, Departamento fiscal e Jurídico, Departamento Comercial/Compras, Contabilidade, Fechamento de caixa, Tesouraria, Fluxo de movimento). Enorme responsabilidade com documentos no geral.

 

Foto: Elisabete Rodrigues / Ajudante de Estoque com ensino médio - Iniciou ensino superior em Logística

 

Meus colaboradores? Muitos!!! Faria um livro com muitas páginas e várias fotos se fosse relatar tudo.

De qualquer forma, feliz em presenciar a alegria ao serem admitidos por mim, generosamente ricos ficaram, nada de pobreza, prósperos!!!

Juntos formamos um time imbatível. Gratificante!

Há pessoas que desejam emprego e não desejam trabalho, eu conheci aqui pessoas que desejam realmente trabalhar porque Trabalho gera conhecimento e satisfação pessoal. 

 

Foto: Elisabete Rodrigues / Menor de 15 anos e estudante - Programa Menor Aprendiz com escala de 5 h de trabalho (lanche 20 minutos) para não prejudicar os estudos

A rotatividade existe nesse ramo varejista em todas as filiais (pequeno, médio, grande porte), e é fantástico a sensação de dar emprego para quem precisa, sendo necessário o ensino fundamental ou médio completo ou incompleto, ou ser um jovem entre 15 e 17 anos para empacotar as compras dos clientes.

Com essa oportunidade os colaboradores voltam a estudar, outros fazem cursos, outros se especializam e evoluem profissionalmente seja seguindo outras áreas (graduação) dentro ou fora do Estabelecimento Comercial. 

Fui Coach, tenho experiência comprovada. Antes de sermos bons profissionais, sejamos bom Ser Humano. Equipe formada! 

Nada de títulos, não sou um sucesso, os colaboradores que são o SUCESSO. A longo prazo meu projeto eliminou o índice alto de trabalhistas, meu plantio gerou uma bela colheita, ótimos frutos (bons funcionários) que para o meu chefe foi compensador. 

Desafios 2021? Sempre!

Estou indo para a área de construção civil com meu chefe com a certeza de dever cumprido (formei pessoas que darão continuidade a trabalhos exercidos por mim) e contente por ter ajudado várias pessoas através do meu cargo no ramo varejista e por ter tido a oportunidade de também conhecer juízes, oficiais, prefeitos de cidade, advogados, contadores e, fornecedores ao trabalhar na Administração com meu mentor no decorrer desta jornada de 25 anos.

Meu chefe: Bete, você é do meu time. Com meus filhos, para seu filho há vaga quando quiser.

Eu? Sem palavras! Ter a confiança do meu chefe, de sua esposa e de seus filhos vale mais que qualquer salário.

Muitos aprendizados? Sim! Vasta experiência no varejo.

A empresa DOCELAR (o filho mais velho vai ajudar o pai e ele é muito gente boa) permanece sobre nova direção. Despeço-me dos setores e, em breve compartilharei experiências Satelity Parts e M. Empreendimentos imobiliários que vivenciarei trabalhando ao lado do meu chefe nesse novo ciclo.

A vida é feita de ciclos.

 

Foto: Elisabete Rodrigues


Mudanças virão!


Foto: Nova geração Docelar, minha vez de repassar tudo que sei...Também já tive 18 anos viu! Adoráveis aprendizes


Construção Civil


Foto: Elisabete Rodrigues / Farma Conde - Antes

O que sei até esse momento é que antes de iniciar um projeto, algumas pessoas pensam que basta contratar um pedreiro, explicar o serviço e, pronto. Mas, até para a contratação de um pedreiro é necessário saber qual o segmento que ele atua. Existem pedreiros especializados em construção, acabamento, pisos, alvenaria, entre outros. Em todo o panorama, saber quais as funções e hierarquias de cada profissional é importante para seguir o planejamento e cronograma de forma correta.

 

Foto: Elisabete Rodrigues / Farma Conde - Depois

 

Neste novo desafio estou conhecendo Construtoras de Terraplenagem, fornecedores de materiais de construção e de materiais elétricos, engenheiros, arquitetos, topógrafos, técnico ambiental, secretários de obras, planejamento e habitação.

 

Foto: Elisabete Rodrigues / Espetinho Kemel - Antes
 

Tenho muito que aprender. 

 

Foto: Elisabete Rodrigues / Espetinho Kemel - Depois

 

Grata ao meu chefe,  empresário (Dono de Dez Supermercados de médio porte e de Dois Atacado) e também engenheiro civil pela oportunidade de o ter como mentor. 


Foto: Elisabete Rodrigues / Faxineira com ensino fundamental incompleto - De volta aos estudos e em breve uma nova função


Sou todas essas memórias, experiências e muito mais...(links)


Foto: Internet

Tive estações ruins em 1994, amadureci. A maturidade nos faz olhar além das circunstâncias e das aparências. Sou linda! Por "dentro". 

Quem me acha bonita por fora ou sensual se ilude, é só um corpo emprestado que retornará ao pó. Tenho prazo de validade. Entretanto, estou cuidando bem do que foi emprestado pra mim, pretendo devolver em bom estado. Os conceitos de beleza modifica no suceder das gerações.

Pra finalizar: Nós 43, não temos tempo para dramas desnecessários,  pessoas tóxicas, mau-caratismo ou pessoas falsas, e queremos estar perto de pessoas que somam, ou que nos fazem bem com sua energia.

43 anos podem não ser uma idade simbólica, mas representa inúmeras experiências.


  • Não! Ninguém me dá ordens. 
  • Não! Ninguém me ensina a viver. Não preciso! 
  • Sei me cuidar.


Foto: Internet


Estamos inseridos em uma engrenagem inteligente chamada Universo, cheio de leis que não falham, não erram. Somos frutos da natureza, somos espíritos endividados com a lei divina. A nossa vida não é a que pedimos, é a resposta do que merecemos, evoluímos e, lutamos para ter sem esquecer que o menos é mais, devendo mudar o mindset no nos livrar do que não é importante (reavaliar prioridades se desfazendo de tudo que não se deve dar importância excessiva como ideias engessadas ou ultrapassadas, atividades fúteis, pessoas tóxicas, etc) e tentar viver uma vida minimalista e leve, alcançando a verdadeira realização pessoal e canalizando nossas energias no que consideramos realmente importante e faz sentido na nossa existência, sendo assim, abrimos espaços para boas energias em nossa vida e dispensamos o dispensável.

Em nosso DNA está armazenado informações sobre nossos potenciais e debilidades que atrairão experiências necessárias para ficarmos diante do que precisamos para transcender. Pessoas? Cada um tem seu estágio ou propósitos ou missões. Alguns invertem os papeis (falta caráter ou são falsos ou são invejosos ou são oportunistas ou são negativos) e criam carmas com outras pessoas e buscam a salvação. Tudo é normal. Vida segue pra todos nós.

Já vi de tudo, conheci tipos de pessoas:

O DISSIMULADO

Diferente do “irado” que explode, põe a raiva pra fora, depois se acalma e vem conversar como se nada tivesse acontecido... O dissimulado não é assim. Ele não explode “por fora”. Explode “por dentro”. A palavra correta seria “implode”. Ele mantém tudo guardado dentro de si. Com vários sorrisos à nossa frente, não costuma ir direto ao ponto, fica dando voltas e não é confiavel… Seu tom de voz é meloso, mas se você reparar vai perceber que isso não é natural.


O ARROGANTE

Fácil de identificar, expressão de desdém, olha todo mundo por cima, como se fosse um ser superior. Procura manter a voz mansa, controlada. Na verdade, ele usa a arrogância como forma doentia de afastar a sua própria insegurança.
O arrogante é inseguro e tem auto-estima baixa.


O EGOÍSTA

A gente logo conhece o egoísta: só pensa nele, comporta-se como se fosse à única pessoa do mundo. Quer sempre levar vantagens.


O AUTORITÁRIO

O autoritário faz o possível para esconder suas verdadeiras intenções. Ele demonstra isso na voz e nos gestos; fala alto como "se fosse" uma pessoa determinada e segura, mas na verdade faz isso para tentar intimidar a pessoa. Os gestos são contidos, poucos e pequenos.


O CONTROLADOR

O tipo controlador chega com perguntas inocentes, busca informações para controlar a nossa vida. Ter pessoas assim por perto é o mesmo que sentir-se vigiado o tempo todo por olhos invisíveis, são maquiavélicos.

O DOMINADOR

Essa necessidade demanda revela insegurança íntima, coisa que o dominador jamais reconhecerá. Ele se acha um semideus. Esse tipo gosta de fazer perguntas, tem um ar sedutor. O dominador não reconhece o outro como possuidor de direitos porque acha que só ele os tem. E convencê-lo do contrário é impossível. Perto dele não há criatividade que floresça.

O IRADO 

Não se incomoda em dar escândalos em público. Suas relações interpessoais se tornam dificílimas, as palavras gritadas, os exageros, os descontroles e, as ameaças contribuem para que as pessoas temam essas reações e por isso procurem não estar onde ele está. Por mais que afirmem adorar o temperamento que possuem e se dizem sinceros, lamentam muito a consequência de cada ira.

Ai ai, pessoas e pessoas... tem mais hein, talvez um dia faço uma postagem sobre analise de perfil e o tema poderá ser "A Arte de se relacionar". E o céptico? Alguém que professa dúvida, que duvida de tudo. 

Vencendo minhas provações. Aceito todas que houverem, e ao meu lado tenho minha espiritualidade. Não estou vencendo sozinha. Não venci sozinha. Protegida! Abençoada! Iluminada!

"Uma pedra preciosa não pode ser polida sem atrito. Assim somos nós, não somos aperfeiçoados sem provações"

Tiremos lições das provações. Não devemos sofrer. Os problemas são inerentes ao cotidiano e relutar gera sem dúvida o temido sofrimento. Sejamos maleáveis aos caminhos que não nos deixa restrito a ambiente conhecido. Sejamos abertos a caminhos que não nos deixa restrito a pessoas habituais. Devemos exercitar nossas habilidades pessoais, nossa percepção. Expandir é necessário e, utilizemos as dificuldades ao nosso favor.

Como? Aprendendo com as dificuldades. A prova é uma forma de transformação e purificação. Lembre-se de cavar o poço bem antes de sentir sede e, como uma guerreira que hoje completa 43 anos de idade provavelmente vou beber muita agua depois de comer um pedaço do Number Cake que recebi de presente da Arlete Miranda (Arlete é confeiteira, está em uma das fotos acima e é a mãe da Deborah, fui babá de sua filha e hoje tenho duas amigas maravilhosas), muito obrigada! 

Show!


Foto: Elisabete Rodrigues


Deve estar uma delicia né? Vamos experimentar!!!!!!!?...


Foto: Elisabete Rodrigues / Brigadeiro x Beijinho


Comi um pedaço! Juntei os dois números! Eita bagunçaaaaa... Aprovado! Está muito bom!!

Comemoro ao lado de pessoas apresentadas por Deus, entes queridos e sem aglomeração devido Covid19. 


Foto: Elisabete Rodrigues / 43 anos


Besitos e que a energia boa deste dia se estenda por todo o ano 2021. 


Foto: Elisabete Rodrigues / bb x mulher

Quero agradecer a todas as pessoas que fizeram e ainda fazem a diferença na minha vida. Gratidão infinita!

 

Novata Globosfera: Elisabete Rodrigues


Tão feliz!!!!!

Elisabete R💋drigues

Leia muito mais com UOL por 1 mês Grátis
Notícias do Brasil e do mundo de até 3 dispositivos
São Milhares de conteúdos para ler em qualquer lugar.
Experimente um mês gratis!
Experimente um mês gratis