Estrelas e Cometas

Gif Elisabete Rodrigues

Algumas pessoas têm brilho próprio, sem nenhuma razão específica, ou explicável, e transmite segurança a quem está por perto. Essas pessoas nunca são cafonas, independentemente do que vistam ou dos lugares que frequentem.
Elas têm uma espécie de licença poética para fugir às regras, ir de encontro às normas e ainda assim continuar dentro de todos os padrões.
São lindas, inteligentes e não precisam se cobrir de grifes, nem se preocupam com o que está na moda.
O maior bem de pessoas assim é sua riqueza interior, tipo de fortuna que não acaba, nem se rouba, permanecendo com quem a tem, independente das circunstâncias.
As pessoas mais interessantes não são as que têm as melhores roupas, nem os melhores carros, ou melhores casas, etc.
Pra ser verdadeiramente interessante é necessário conteúdo e honestidade. Só quem tem substância prende pela conversa, pela humildade, e atrai pelo charme, encantando com suas opiniões e verdades.
Sim, porque num mundo tão cheio de belezas superficiais, uma pessoa essencialmente rica é artigo raríssimo e, por isso mesmo, se destaca.
Costuma deixar marcas importantes e, não raro. Modifica nosso comportamento, aumenta nosso grau de exigência ou, no mínimo, faz com que repensemos alguns valores ou comportamentos.
Gente assim preenche lacunas, alimenta nossa alma, nos ensina outras formas de divertimento, nos mostra novos conceitos sobre muitos assuntos e nos faz, de diversas maneiras, entender muitas coisas no mundo.
Isso porque amplia nossos horizontes e, assim como o sol, ilumina nossos dias. Essas pessoas iluminam nossos pensamentos.

Há pessoas estrelas; Há pessoas cometas.
Os cometas passam. Apenas são lembrados pelas datas que passaram e desapareceram.
As estrelas permanecem.

Há pessoas cometa. Passam pela vida da gente apenas por instantes, gente que não prende ninguém, e nunca me prenderam. Gente que passa pela nossa vida sem iluminar, sem aquecer, sem marcar presença.
Há muita gente cometa no nosso mundo. Brilham apenas por instantes nos palcos da vida, e com a mesma rapidez com que aparecem, também desaparecem.
Ser estrela é estar presente. Marcar presença. Estar junto.
Ser luz. Ser calor. Ser vida.
Amigo é estrela, dividem conosco momentos e suas histórias a cada ciclo.

Muitos são cometas, ser cometa é não ser amigo.
É ser aproveitador das pessoas e das situações.
A solidão de muitas pessoas que conheço é consequência de que não podem contar com ninguém, resultado de uma visão cometa. Ninguém fica. Todos passam, e assim passamos por eles que nos tratam assim.

Há necessidade de criar um mundo de estrelas. Todos os dias poder vê-las e senti-las.
Todos os dias poder contar com elas. Todos os dias ver sua luz e calor.

Verdadeiros  amigos...
Estrelas na vida da gente. Pode-se contar com eles. Eles são uma presença. São aragem nos momentos de tensão. São luz nos momentos escuros. São pão nos momentos de fraqueza. São segurança nos momentos de desânimo.

Olhando os cometas é bom não sentir-se como eles.
Olhando os cometas é bom sentir-se estrela. Marcar presença. Ter vivido e construído uma história pessoal. Ter sido luz e calor para muitos.
Para ser estrela neste mundo passageiro aqui na Terra, neste mundo com pessoas cometas, é um desafio para muitos, mas acima de tudo também uma recompensa. É nascer e ter vivido e não apenas existido como os cometas.

Obrigada a todas as estrelas da minha vida!!!!!!
Elisabete R💋drigues


Leia muito mais com UOL por 1 mês Grátis
Notícias do Brasil e do mundo de até 3 dispositivos
São Milhares de conteúdos para ler em qualquer lugar.
Experimente um mês gratis!
Experimente um mês gratis