Relacionamento e Sentimento


Reflita comigo? 


Boomoji Elisabete Rūüíčdrigues


Você prefere namorar alguém que te respeita e te faz sentir bem consigo mesma (o) ou alguém que está mais preocupado (a) com a própria imagem e quer parecer sempre melhor que você? Mandar em você? Te dar ordem?!...
Quer ter paz de espírito ou joguinhos e indiretas? ...

Boomoji Elisabete Rūüíčdrigues
 

√Č f√°cil responder a essas quest√Ķes...


√Č exatamente a√≠ que est√° o segredo: procure algu√©m que j√° amadureceu – e isso n√£o tem nada a ver com a idade. Saiba como diferenciar um (a) menino (a) imaturo (a) de um (a) homem (mulher) pronto (a) para a vida ou para um relacionamento.

A marca de um (a) verdadeiro (a) homem (mulher) é sua capacidade de se apaixonar e entrar de cabeça no amor, sem vergonha de mostrar isso e se entregar por completo. Garotos (as), geralmente, não gostam de se deixar controlar pelo sentimento por outra pessoa.

Um (a) homem (mulher) demonstra seu interesse, ele (a) não quer começar um jogo Рbusca apenas um sinal claro de que a futura (o) parceira (o) quer o mesmo que ele (a). Ou de que não quer.
Meninos (as) fazem jogos porque ainda não sabem o que querem. Gostam da adrenalina, da caça. A simples aproximação, vontade de se envolver, e interesse mais profundo assustam esses (as) meninos (as) e os (as) fazem perder a sensação de posse e poder.

Na conversa:
Garotos (as) n√£o gostam de conversar sobre qualquer coisa. Eles (as) evitam assuntos desconfort√°veis ou perguntas que n√£o sabem responder. J√° os (as)  homens (mulheres), por respeito √†s pessoas, falam sobre todos os temas. E se n√£o entendem, perguntam (sabem ouvir e escutar).
Al√©m disso, sempre que poss√≠vel, um (a) homem (mulher) deixa claro suas inten√ß√Ķes, suas expectativas para o futuro, objetivos, necessidades e aquilo que pode oferecer.

Na relação:
Um (a) homem (mulher) quer alguém para a vida, para compartilhar, para dividir e somar, se completar. E como ele (a) já aprendeu a fazer isso do jeito certo, prefere ficar sozinho (a) a estar com a pessoa errada.
J√° um (a) garoto (a) est√° mais interessado (a) em se auto-afirmar, parecer legal para os amigos, e at√© para ele (a) mesmo. Quer algu√©m que se adapte ao seu jeito, assim, n√£o tem preocupa√ß√Ķes ou chatea√ß√Ķes (quanto aos sentimentos da outra pessoa, n√£o se importa…).

Na confiança:
Homens (mulheres) t√™m seguran√ßa consigo mesmos. Mesmo nos momentos de d√ļvida, eles (as) sabem que s√£o respons√°veis por seu contentamento e estabilidade, e se sentem confort√°veis em ajudar outras pessoas a brilhar. Eles (as) n√£o precisam de joguinhos ou auto-afirma√ß√Ķes, sabem que seu car√°ter e habilidades v√£o fazer isso sozinho. Homens (mulheres) n√£o s√£o arrogantes e n√£o fazem os outros parecerem menores para se sentirem maiores.
Garotos (as) s√£o inseguros (as) e precisam de confetes constantemente. Mesmo quando n√£o aparentam ser ego√≠stas, esnobes ou exibidos (as), n√£o emp√°ticos (as),  t√™m como prioridade provar-se para os outros que s√£o incr√≠veis para se sentirem parte do mundo.

Nos objetivos:
Um (a) homem  (mulher) busca conte√ļdo. Por mais que ele (a) seja atra√≠do (a), em um primeiro momento, pela apar√™ncia, eu acredito que s√≥ vai manter a rela√ß√£o ou aproxima√ß√£o se encontrar intelig√™ncia ou subst√Ęncia na pessoa.
Um (a) garoto (a), por sua vez, quer uma garota (o) bonita (o) e que fique legal ao lado dele (a) e seja aprovada (o) por seus amigos. Às vezes, nem querem conhecer muito a pessoa ou se aprofundar.

No dia a dia:
Homens (mulheres ) at√© que esperam pelos fins de semana, claro que gostam de sair e de aproveitar as noites, mas t√™m muito mais perspectiva do que um bar ou balada. S√£o disciplinados (as), respeitam seus objetivos e obriga√ß√Ķes – em um fim de semana, podem ficar em casa descansando ou trabalhando ou lendo, ou estudando, em um s√°bado, para no outro dia, domingo, dar um passeio, ou continuar em casa, descansando.
Garotos (as), n√£o. Eles (as) vivem para os fins de semana. √Č praticamente inaceit√°vel n√£o sair na sexta-feira, ou no s√°bado ou domingo. Eles (as) pensam como manter sua imagem social. Curtir a vida... A vida √© curta!

Nos planos:
Homem (mulher) que √© homem (mulher) tem planos para o futuro. Tem projetos para o trabalho. Vive o presente e desfruta, mas sempre alinhando seu comportamento com aspira√ß√Ķes para a vida.
Mas os (as) garotos (as) vivem puramente o agora – prazeres e realiza√ß√Ķes ef√™meras, limitadas. Abdicam da paci√™ncia, disciplina e autocontrole desde que tenham um bom momento.

Na independência:
Seja velho (a), ou seja, novo (a), um (a) homem  (mulher) vive por ele (a) mesmo, cuida de si pr√≥prio (seja nas finan√ßas ou nas tarefas dom√©sticas). √Č um adulto, independentemente da idade. Para ele (a), n√£o existe trabalho de homem ou de mulher.
Um (a) garoto (a), nem sempre pensa assim.

Na atitude:
Homens (mulheres) n√£o ficam sentados esperando as coisas acontecerem.
Garotos (as) s√£o passivos.

Conclus√£o:
As pessoas costumam dar √† maturidade homem x mulher um status de objetivo conclu√≠do, de algo que ficou pronto. O pr√≥prio dicion√°rio a trata como “condi√ß√£o de plenitude em arte, saber ou habilidade adquirida”. √Č muito dif√≠cil se falar em maturidade antes dos 30 (maturidade subjetiva). 


Boomoji Elisabete Rūüíčdrigues
 

Perfeição, então, em idade nenhuma. Mas existe uma tendência que a gente tem de evoluir, que não está exatamente ligada ao aniversário, que você deve ficar atento quando houver alguma expectativa de relacionamento seja amoroso ou de amigos.

Boomoji Elisabete Rūüíčdrigues
 
Eu amo pessoas maduras.


Importante:
Um milh√£o x zero = zero, desta forma, n√£o coloque sua intensidade onde n√£o tem nada.
Que sejamos inteiros, antes de procurar metade.

Talvez não seja tão simples assim, por isso seria preciso descobrir o que está por detrás daquilo que vimos primeiro, olhar a essência que está escondida.

Neste sentido, a interpretação baseada, é de que o homem ou mulher necessitam de um olhar cuidadoso para com mundo (específico), pois o verdadeiro (verdade) estaria velado nas coisas. Seria precipitação conhecer as coisas somente pela aparência, porque a aparência não mostra o verdadeiro, apenas o que é acidental (característica que não define a coisa).

As pessoas est√£o de certo ponto, carregadas de pr√©-conceitos e id√©ias massificadas sobre tudo. A todo o momento, a maioria adquire novos conceitos que na maioria s√£o ‘fabricados’ e na qual nem tem ci√™ncia sobre os autores e nem qu√£o sentido nos faz. √Č s√≥ pensarmos qual √© a origem de nossos valores, ideais e sentido de vida para ter uma conclus√£o.

O cora√ß√£o √© a fonte existencial de sentido para vida, √© ele que direciona nossa consci√™ncia para as coisas, que nos move para vida. Talvez pudesse falar que o cora√ß√£o seria uma das caracter√≠sticas da nossa ess√™ncia e √© por este motivo que ele seria o melhor ‘olho’ para enxergarmos a vida. 

Boomoji Elisabete Rūüíčdrigues
 

Falando de amor, muitos falam de amor, e observo que todos procuram o amor: relacionamento homem x mulher (casal).


Eu particularmente procuro todos os tipos de amor (conceito Universal).


Cadê o amor das pessoas?
Complicado compreender o ser humano.
Nascemos com o amor dentro de nós.
Ele pode ser expresso de diversas formas: com palavras, gestos, respeito, carinho, etc.
Amor é um sentimento lindo que está no cosmos e é muito ligado ao Criador e à criatura, que somos nós.

O mundo precisa de amor.
Na nossa vida, na sociedade, tudo tende a mudar, quando h√° amor.

N√£o sou perfeita, estou aqui neste mundo para aprender e evoluir como pessoa, acrescentando que n√£o tem nada a ver em ser escravo da mente, nem ser aquela mulher velha com uma opini√£o velha formada sobre tudo, e sim de “maturidade espiritual”.

Cada um tem sua experiência de vida, sua luta, da mesma forma, tenho minhas experiências de vida e nos respeitamos sempre.

√Č muito f√°cil amar nosso primeiro ciclo, nossa fam√≠lia, aqueles que convivem com a gente. Mas e amar a pessoa que voc√™ n√£o conhece? N√£o estou falando de caridade, at√© porque a caridade deve ser feita dia a dia, quando nos doamos aos outros.

Filtros: Já se perguntou, e se fosse comigo? Ou como você trata as pessoas? Ou tratou alguém... Gostaria de ser tratado igual? Sim! Não!
Muita hipocrisia no mundo, muita falta de amor.
Muito egoísmo, pouco altruísmo, pouca empatia.
Muitos causadores de inimizades, muitas intrigas, muitas intransigências.
H√° muito ach√īmetro ligado, opin√īmetro afinado, e venen√īmetro abastecido.

N√£o se define uma pessoa pelo dinheiro que tem ou pelo dinheiro que n√£o tem.
N√£o se define uma pessoa por seu diploma ou por n√£o ter um diploma.
Não se define uma pessoa por seu currículo ou pela cidade que reside.
N√£o se define uma pessoa por seu trabalho ou por estar desempregada (o).
N√£o se define uma pessoa por ter um belo carro zero ou por andar de √īnibus.
N√£o se define uma pessoa por sua maravilhosa casa ou por morar em um barraco.
Enfim...
A pessoa é o sorriso que entrega, a mão que estende, o abraço que da, a ajuda que apresenta, o amor que espalha.

O amor tem o poder de unir e somar!
O amor está em falta na nossa sociedade, no nosso país e no mundo todo.

Em contrapartida, existem pessoas boas que têm aplicado esse sentimento no mundo, difundindo-o.
Essas pessoas, já tiveram suas fases complicadas, e venceram, decidindo assim motivar, estimular o próximo, com relatos, de sua vivência.

Antes de mais nada, √© preciso integrar o amor dentro de voc√™: voc√™ precisa se amar! Precisa se respeitar, se entender… se conhecer.... Sen√£o, n√£o conseguir√° transpor.

Gente !!! Expanda o amor.
Num determinado momento, perceberá as bênçãos que a vida te proporcionará ao você transpor.

Amor, temos em pequenas atitudes também: num bom dia, no ajudar, no orientar, no aconselhar.
Reconheçam que o outro faz parte de você.

Nós viemos do mesmo criador. Nós somos energias que comungam e crescem juntas.
Quando todos enxergarem no outro tudo aquilo que temos dentro de nós, igualamos de forma positiva, e as chances de crescimento espiritual de todos aumentarão.
As pessoas precisam dar as m√£os e distribuir sentimentos positivos. O mundo precisa do amor!

O amor é fundamental, sentimento universal, cura tudo!

Difundam o amor para além da sua casa, por todos os lugares em que passar.
Seja diferente! Mude o cen√°rio!
Tente fazer sua parte, o resultado n√£o depende de voc√™, por√©m, cumpriu “sua parte” na trajet√≥ria.

Não pense que isso seja insignificante: o amor é capaz de mudar tudo! Seja feliz!
Relacionamentos vêm e vão, nos ajudam muito a evoluir.
Relacionamentos s√£o fant√°sticos, mesmo quando chegam ao fim, podemos aprender muito com o outro.
Relacionamentos de corpo presente é um tédio, não sou apta a falar profundamente sobre este assunto porque eu mesma não quis essa vida pra mim, por isso sou divorciada, e apenas observo o mundo ao meu redor.
Relacionamentos duradouros e verdadeiros, eu admiro!

Encontre aquele(a) que entende sua liberdade e que queira fazer da liberdade o motivo para ficarem juntos em parceria, compartilhando o dia a dia, sendo amigos, e tendo uma vida intima feliz com muita sintonia em um relacionamento sério duradouro.
N√£o esperem perfei√ß√£o, isso n√£o existe! Toler√Ęncia!

Amor em sentimento homem x mulher não se explica, melhor sentir, mas não esquece que a convivência no dia a dia exige dinamismo e maturidade entre parceiros.

No namoro, as duas pessoas n√£o convivem diariamente e muitos casais pelo trabalho e estudo, ou morar em outra cidade, s√≥ se v√™em nos finais de semana, onde normalmente vai passear, trocar caricias e se divertir, ou nem isso. Al√©m disso, se preocupam com a apar√™ncia e por se verem relativamente pouco, quando est√£o juntos est√£o bem arrumados, impec√°veis, fazendo com que o interesse e a “excita√ß√£o” inicial permane√ßam.

Ap√≥s o casamento, existe o ac√ļmulo de fun√ß√Ķes (trabalho, estudos, casa e filhos) e por conseq√ľ√™ncia, a conviv√™ncia a dois se torna uma rotina que para muitos √© insuport√°vel.
Em nível de aparência, casados, em casa é outra questão, ambos estarão relaxados com a aparência.

Casamento:
√Č verdade que quando casamos ningu√©m nos entrega uma apostila dizendo o que √© certo ou errado, mas isso n√£o √© desculpa, o uso do bom senso √© imprescind√≠vel.

A relação a dois é um trabalho diário, independente do amor, das chuvas e trovoada do dia a dia, é preciso ter consciência de que uma relação também precisa ser cultivada.

Eu sei que essa rela√ß√£o de texto/contexto √© fundamental para transmitir minha mensagem, independente de tudo, se amem primeiro para depois amar algu√©m, e nunca se conforme em ser o “algo“ de uma pessoa quando pode ser o “tudo” de outra (que te valorize).

N√£o saia por a√≠ ca√ßando algu√©m que te d√™ a sensa√ß√£o de exatid√£o, na verdade, essas sensa√ß√Ķes tende a vir de dentro de n√≥s mesmo.
Nada de sair por aí despejando carência porta a porta e depois deixar qualquer um entrar para ter a sensação de casa cheia.

Ter “algu√©m” √© para somar e n√£o para tampar buraco.
N√£o √© problema nenhum ficar sozinho, tirar um tempo para si, o problema √© se sentir sozinho, pois √© a√≠ que surge a necessidade de sair ca√ßando car√™ncia alheia para se sentir melhor achando que “isso” que voc√™ e esse algu√©m t√™m √© “algo em comum”, ou amor verdadeiro, quando na verdade, o que tem mesmo √© uma necessidade desnecess√°ria.

Não procure alguém para tapar o lado esquerdo da cama e do peito, pois uma cama vazia não é sinal de solidão, e sim, de satisfação, e no peito, de alguém bem resolvido que sabe o que espera de alguém.
Não aceite menos do que você merece, pois quando alguém chegar, você não aceitará o menos, e sim, o justo.

Entenda que você não precisa de alguém para te levar a lugares.
Você também pode ir a um cinema

Boomoji Elisabete Rūüíčdrigues


sozinho ou a um bar sozinho e sentar e ler aquele capitulo enguiçado de um livro, ou ir a shopping com amigos ou sozinho (a). Não precisa sempre estar acompanhado(a).

Não dependa de alguém para ser você, seja você mesmo antes de qualquer alguém chegar a você.
Não queira alguém para dividir o jantar, à tarde de domingo e rachar as contas de casa.
Não queira alguém por estimação. Queira alguém de coração.
Quando se é grande sozinho, o outro chega para ser imensidão e então o amor aflora de forma natural e simplória.

N√£o √© f√°cil saber o que se quer, isso leva um tempo, mas quando voc√™ decide caminhar sozinho (a) , as coisas fluem naturalmente e na hora certa esse seu “algu√©m” surge pra ser seu.

Para todos meninos(a) e homens (mulheres), o amor chega sim, um dia chega, n√£o se preocupem.
Ele pode encantar, modificar, pedir que um dos dois ceda, pois relacionamentos servem para nos ajudar a evoluir, e nos tornar seres humanos melhores, em alguns campos, mas eles não são indicadores de felicidade, de satisfação de beleza, ou completude.

Também não posso me esquecer de escrever sobre aqueles relacionamentos de amor não amor, ou seja, o amor casual.

Relacionamento casual é a grande saída da rotina para muitos homens e mulheres.
S√£o pessoas que procuram relacionamentos para ter rela√ß√Ķes em sua maioria √≠ntimas, sem nenhum contato sentimental e ou compromisso.

Claro que em uma relação casual, para ser saudável para as duas pessoas envolvidas, a pratica do desapego é essencial, deixando evidente a parte do desejo e da sedução, puramente sexo.

Com tudo isso, falando sobre mim, faço mais o tipo de amizade que se torna um sentimento.
Boomoji Elisabete Rūüíčdrigues


Penso que a amizade faz parte do amor. Não existe amor entre duas pessoas sem uma amizade entre elas. Porém, também penso não ser possível uma amizade verdadeira entre duas pessoas que não se amam em alguma medida.
Cabe então, talvez, cada um, refletir sobre o amor. Pois existem formas diferentes de amar e se relacionar, embora o amor seja um só. Amor dos pais pelos filhos, dos filhos pelos pais, de um amigo pelo outro, de um homem por uma mulher, e assim por diante.

Muitas pessoas acreditam que se uma rela√ß√£o atingiu um determinado grau de amizade, ent√£o n√£o h√° como os dois namorarem e se amarem. Eu penso o contr√°rio. S√≥ √© poss√≠vel se amarem de verdade quando h√° um grau elevado na amizade, pois isso significa dizer que j√° existe de antem√£o entre essas pessoas, a cumplicidade, a fidelidade, a lealdade, o companheirismo.


Boomoji Elisabete Rūüíčdrigues


Não há máscaras, reconhecem as qualidades e os defeitos, lidam com tudo de modo natural, e gostam de estar juntos, dividindo confidências, a vida, o dia a dia.
Boomoji Elisabete Rūüíčdrigues


Quem não conhece histórias de pessoas que buscavam tanto um grande amor e quando perceberam seu amor sempre esteve perto, ao lado, sendo um amigo(a)?
Boomoji Elisabete Rūüíčdrigues



Quantos casais come√ßaram como dois amigos, se olharam e ‘puff’, perceberam que tinham tudo em comum, que eram queridos um pelo outro? 




Boomoji Elisabete Rūüíčdrigues


Nem todo amor se inicia de uma paixão ardente e quente. Aliás, uma coisa é paixão e outra é amor, embora haja no amor os elementos da paixão, mas não o contrário.


Boomoji Elisabete Rūüíčdrigues


Entendo paixão como uma intensidade muito grande, mas em desequilíbrio. O amor possui a mesma intensidade, e até maior, mas em equilíbrio, em harmonia. Não quer dizer que paixão seja ruim, claro que não. Apenas estou procurando diferir ela do amor.
O amor também não é cego, a paixão cega muito.

Não há uma regra definida quanto ao início de tudo. Mas há quanto à continuidade, a saber: A vivência, seja para perceber o amor, seja para manter o amor, seja para fortalecer o amor.

Boomoji Elisabete Rūüíčdrigues


Perguntas e respostas!!!!!


Quer dizer ent√£o que se eu me apaixonar, n√£o vou amar? N√£o, quer dizer apenas que se voc√™ se apaixonar, isso n√£o √© amor. Vai ser preciso existir uma amizade boa entre voc√™s. A amizade √© como um solo f√©rtil para o amor nascer. E as a√ß√Ķes do dia a dia v√£o regando este solo, e pode cada vez ficar mais forte.
Quando existe apenas paix√£o, h√° intensidade em desequil√≠brio, num casal, h√° sempre a possibilidade de que um simples desentendimento acabe com tudo. Isso porque um desentendimento gera mais desequil√≠brio, que por sua vez n√£o consegue ser administrado por uma for√ßa que j√° est√° em desequil√≠brio, √† paix√£o. Ao contr√°rio do amor, que √© uma for√ßa intensa em equil√≠brio, capaz de entrar em resson√Ęncia com as energias em desequil√≠brio que surgirem, a ponto de re-equilibrar todas elas. 


Boomoji Elisabete Rūüíčdrigues
 

E como percebemos quando temos um sentimento pelo amigo (a)?

Boomoji Elisabete Rūüíčdrigues


Antes de tudo, √© importante dizer que n√£o √© preciso que voc√™ j√° esteja amando. Voc√™ pode estar propenso a amar, que basta um tempo de conviv√™ncia, para que o sentimento entre voc√™s surja. Isso n√£o significa dizer que devemos ent√£o sair namorando os amigos na esperan√ßa que da√≠ surja um amor. De forma alguma. Isso seria um movimento do ego e n√£o do cora√ß√£o, ainda que camuflado sob o prisma do ‘desejar um amor para sua vida toda’. N√£o √© assim que o amor vem. Pelo contr√°rio, neste ponto h√° um ditado que cabe muito bem aqui: “Cuide do seu jardim, e as borboletas vir√£o”. √Č a mesma coisa. Cuide de si mesmo, do seu cora√ß√£o, das suas virtudes, da sua integridade, do seu amor pela vida, por si mesmo, pelos outros, e irradiando este amor, com certeza um amor vir√° atra√≠do por ti.


Boomoji Elisabete Rūüíčdrigues


Deixe fluir. Faça amizades, independente de tudo. Vai-se surgir algo depois de um tempo, algum sentimento mais diferenciado, eu não sei, mas aproveitem a amizade inicial. Cultive-a.

Dificilmente um relacionamento come√ßa de ambos os lados ao mesmo tempo, com os dois passando a se gostar da mesma forma ao mesmo tempo. Ent√£o aquilo que era encantamento de um dos lados, pode se tornar um sentimento na medida em que o outro lado vai aos poucos percebendo que tamb√©m sente algo. E numa amizade, isso ocorre. Mas sem for√ßar nada, sem ficar ‘beijando todos os sapos que aparecerem’. Deixa rolar, um dia de cada vez. Quando h√° √≥tima amizade, h√° sim as chances das coisas caminharem neste sentido, de surgir um encantamento, que poder√° passar para uma paix√£o (intensidade em desequil√≠brio) at√© chegar ao amor (intensidade em equil√≠brio). E at√© mesmo iniciar um namoro a partir do encantamento, suficiente para ent√£o fazer surgir o amor. De qualquer modo, no m√≠nimo voc√™ ganhar√° um(a) grande amigo(a). 


Boomoji Elisabete Rūüíčdrigues
 

E que difere a amizade do amor de casal?
Alguns apressados poderiam dizer que seria o sexo. Mas não. Há sexo também entre amigos que não se amam. Outros poderiam dizer que é viver juntos. Mas não, pois há amigos que moram juntos e não se amam, embora a convivência possa ajudar a fazer surgir um amor entre os dois.
Contudo h√° uma diferen√ßa entre amizade e amor. Voc√™, eu, todos n√≥s sabemos que h√°. Mas esta diferen√ßa estar em algo que n√£o √© poss√≠vel de se ver, por estar justamente na esfera dos sentimentos, das emo√ß√Ķes, que √© dif√≠cil definir claramente em palavras.
Amor n√£o se explica.



Boomoji Elisabete Rūüíčdrigues


Diante disso, nesta reflex√£o, seja o amor, e ele (ela) vir√°, ou se revelar√°...
Seja um bom ímpar para depois ser um bom par.
Boomoji Elisabete Rūüíčdrigues




Elisabete Rūüíčdrigues


Leia muito mais com UOL por 1 mês Grátis
Notícias do Brasil e do mundo de até 3 dispositivos
S√£o Milhares de conte√ļdos para ler em qualquer lugar.
Experimente um mês gratis!
Experimente um mês gratis